Notícias

home » notícias

12 de Janeiro de 2018 às 09:20

BB em Rio Maria sofre o primeiro assalto a banco de 2018 no Pará


Crédito: Reprodução

Belém PA - A agência do Banco do Brasil no município de Rio Maria, no sudeste paraense, registrou o primeiro caso de assalto a banco consumado em 2018. A unidade foi explodida por assaltantes na madrugada dessa quinta-feira, 11 de janeiro, e ficou bastante danificada, tanto que está fechada e sem previsão de reabertura. Alguns funcionários já foram transferidos para Redenção e outros para Xinguara.

Enquanto uma parte da quadrilha realizava o assalto ao banco, outra parte do bando atacou a sede policial da cidade, com intensa troca de tiros segundo testemunhas, o que causou pânico aos moradores. A polícia investiga o caso, mas até o momento ninguém foi preso.

Reunião com a SEGUP

Na manhã de hoje o presidente do Sindicato dos Bancários do Pará, Gilmar Santos, participou de uma audiência na Secretaria de Estado de Segurança Pública (SEGUP), que foi representada pelo Secretário Adjunto de Inteligência e Análise Criminal, Delegado Rogério Luz Morais, para tratar sobre a situação da insegurança bancária no Pará. A atividade contou ainda com representantes da Polícia Federal e da Polícia Civil e dos bancos públicos com atuação no Pará (Banco do Brasil, Caixa, Banpará e Banco da Amazônia).

Os representantes da SEGUP e da Polícia Militar reconheceram a carência do efetivo policial, sobretudo no interior do estado, mas também criticaram as instituições financeiras que não cumprem as Leis Estaduais de Segurança Bancária, como a de instalação de portas giratórias de segurança, e também criticaram os bancos por praticamente eliminarem todo o contingente de vigilância particular nas unidades bancárias, o que favorece a ação de criminosos.

A SEGUP informou que enviou ofício ao Sindicato dos Bancários solicitando os registros da entidade sindical sobre as ocorrências de violência contra bancos, pois segundo a secretaria os números do sindicato são muito maiores que os do estado.

Por fim foi encaminhado que a SEGUP convocará em breve todos os órgãos de segurança do estado, além das instituições financeiras e entidades representativas dos trabalhadores do ramo financeiro com a finalidade de retomar o Grupo de Trabalho de Segurança Bancária do Estado do Pará e de construir um banco de dados comum sobre ocorrências de violência bancária no estado.

“Tivemos 50 ocorrências de assaltos a bancos em 2016 e 70 ocorrências no ano passado, entre tentativas e assaltos consumados às unidades bancárias no estado do Pará. Essa reunião serviu para mostrar que temos um problema grave e que precisa ser resolvido conjuntamente entre o estado, os bancos e as entidades representativas dos trabalhadores do ramo financeiro. Esperamos que na próxima reunião o GT de segurança bancária seja retomado efetivamente e que possamos deliberar ações concretas para melhorar a segurança pública e bancária em nosso estado”, destaca o presidente do Sindicato dos Bancários, Gilmar Santos.

 

Fonte: Bancários PA


Notícias Relacionadas