Notícias

home » notícias

3 de Dezembro de 2020 às 08:00

Madrugada de pânico em Cametá em tentativa de assalto ao BB


Crédito: Diário 24 Horas

O mês de dezembro começou de forma assustadora para a população da cidade de Cametá, região nordeste do Pará. No final da noite de terça-feira, dia 1º de dezembro, uma quadrilha numerosa de assaltantes, com armamentos de grosso calibre e explosivos, tentou assaltar a agência do Banco do Brasil na cidade.

A ação terminou no início da madrugada desta quarta-feira (2) e deixou rastros de pânico e medo na população local. Várias pessoas que assistiam a uma partida de futebol televisionada, na praça central do município, foram feitas refém.

Duas pessoas foram baleadas. O jovem Alessandro de Jesus Lopes Moraes morreu após ser feito refém no assalto. A outra pessoa baleada na perna foi internada no hospital municipal, mas sem risco de morte.

Essa modalidade de assalto a banco é conhecida como “vapor” ou “cangaço”, quando os criminosos atacam bancos de cidades de pequeno porte, cercam as sedes locais das Polícias Civil e Militar e fazem a população de refém, como ocorreu em Cametá.

De acordo com informações divulgadas na imprensa pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Segup) e pelo próprio Governador Helder Barbalho, os assaltantes não conseguiram acessar o cofre do Banco do Brasil e a ação foi frustrada.

Essa foi a 14ª ocorrência de assaltos a bancos no Pará em 2020, sendo 9 consumados e 5 tentativas, e o terceiro caso de modalidade “vapor” nesse ano no estado.

Ano passado foram 39 ocorrências, sendo 27 consumadas e 12 tentativas. Em 2018 o total de ataques a banco foi de 69 casos, 46 consumados e 23 tentativas.

Ação Sindical

Na manhã dessa quarta-feira (2) uma equipe de dirigentes do Sindicato dos Bancários do Pará, formada por Suzana Gaia, Gilmar Santos e pela jornalista Ticiane Rodrigues, foi para Cametá acompanhar de perto os desdobramentos do caso e prestar todo auxílio e orientações necessárias ao funcionalismo do Banco do Brasil e à categoria bancária da cidade.

A presidenta do Sindicato dos Bancários do Pará, Tatiana Oliveira, publicou nas redes sociais uma mensagem em vídeo, em solidariedade à categoria bancária e à população de Cametá, em especial aos familiares e amigos de Alessandro Moraes.

Fonte: Bancários PA


Notícias Relacionadas