Notícias

home » notícias

26 de Janeiro de 2021 às 04:00

Bancários do BB de Dourados e Região aprovam greve de 24h na sexta-feira


Os trabalhadores do Banco do Brasil da base do Sindicato dos Bancários de Dourados e Região aprovaram adesão à paralisação de 24 horas contra o desmonte do BB, na próxima sexta-feira (29), proposta pela Comissão de Empresa dos Funcionários. Na assembleia virtual, realizada nesta segunda-feira (25), foram 89,19% votos a favor e 8,11% contra. Houve 2,70% de abstenção.

O plano do banco prevê economia de R$ 353 milhões em 2021 e R$ 2,7 bilhões em 2022, conforme nota do Dieese. Acontece que a empresa obteve lucro líquido ajustado de R$ 10,189 bilhões apenas nos primeiros nove meses do ano passado.  Ou seja, quer economizar dinheiro às custas dos funcionários.

A reestruturação prevê a desativação de 361 unidades, sendo 112 agências, 7 escritórios e 242 Postos de Atendimento (PA), além do desligamento de 5 mil trabalhadores. O plano desconsidera totalmente os impactos na vida dos funcionários e da população, sobretudo, a mais carente, que vive em municípios distantes.

Ao invés de desmontar a instituição, o governo e a direção do BB deveriam promover um banco público dinâmico e competitivo, que atue para o desenvolvimento econômico em áreas que os privados não querem agir.

Bancários do BB de Campo Grande e Região também aprovaram a paralisação

“Os bancários do Banco do Brasil da Capital do Estado também aprovaram em assembleia virtual realizada nesta segunda-feira, dia 25, a paralisação do dia 29 de janeiro de 2021 em protesto contra a reestruturação do banco. A proposta foi aprovada por 83,82% dos bancários do BB, da base do Sindicato de Campo Grande-MS e Região”, informou o sindicato da capital.

Sindicato dos Bancários de Dourados e Região


Notícias Relacionadas